Teatro Sebastião Pompeu de Pina, em Pirenópolis, passará por reforma

Teatro de Pirenópolis em obras

Depois de quase três anos interditado, o Teatro Sebastião Pompeu de Pina, em Pirenópolis, finalmente será reformado. O contrato para restauração foi assinado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Governo de Goiás por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás).

O resultado da licitação foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) com os dados da empresa vencedora. Os trabalhos passam pelo conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico. As obras já começaram.

Teatro Sebastião Pompeu de Pina

O teatro foi construído pelo major Pompeu de Pina no fim do século 19. Ele foi tombado pela Agepel (atual Secult Goiás) por meio da Lei Estadual nº 8.915, de 13 de outubro de 1980, e pelo Iphan, em 1989. O prédio passou por várias reformas e interdições.

Em 1997, iniciou-se um grande trabalho de restauração envolvendo Município, Estado, União e sociedade civil organizada. A reabertura se deu em 1999. Dez anos depois a unidade precisou passar por novos reparos, período em que foi criado o Entroncamento Cultural, ligando o teatro ao Cine Pireneus.

A gestão do Teatro Sebastião Pompeu de Pina foi transferida para a Prefeitura de Pirenópolis por um período de 10 anos. Desde então, pouco foi feito para a preservação do prédio histórico e ele foi se deteriorando.

Em 2017, a Prefeitura procurou a então Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) para devolver o Teatro, alegando não ter condições financeiras para a reforma necessária. Em péssimas condições, o prédio foi interditado e encontra-se fechado desde então.

No ano passado, a Secult concluiu a adequação do projeto de restauração para a licitação do Iphan. “Esse trabalho para restauração do Pompeu de Pina foi retomado pela atual gestão do governador Ronaldo Caiado e, felizmente, agora se tornará realidade. Mais de R$ 4,1 milhões serão investidos. Ou seja, ganha a população de Pirenópolis, ganha a cultura, ganham os goianos e todos os brasileiros e estrangeiros que passam diariamente por Pirenópolis e que terão o Teatro Pompeu de Pina aberto e em pleno funcionamento”, reforça o secretário Adriano Baldy.

Deixe seu comentário!