Projeto do Heelj visita abrigo, escolas e pousadas em Pirenópolis

Projeto do Heelj

Aproximar da sociedade é o objetivo do Projeto Hellj Mais Perto de Você, do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) em Pirenópolis. Equipes de nutricionistas e psicólogas do hospital realizam atendimentos em Escolas, no Abrigo Aldeia da Paz e em Pousadas do município.

“A ideia é acompanhar o tratamento e propor a reeducação alimentar, principalmente para adolescentes acima do peso, pois sofrem bullying”, ressaltou o nutricionista Marcos Medeiros. Ele explica que a intervenção nutricional para o idoso e para o adolescente tem papel fundamental na prevenção e controle de enfermidades, diminuindo a incidência de doenças crônicas.

“Principalmente para o sexo masculino, alguns homens, jovens, tem a necessidade de uma massa muscular e outros já a possuem em excesso, abusando de suplementos que nem deveriam usar”, alertou Marcos.

Rodas de conversas

Como explica a psicóloga Thayana Conrado, que participa ativamente das visitas, o Projeto realiza rodas de conversa que aborda temas como ansiedade e seus respectivos transtornos, sintomas e tratamento. “Procuramos trazer para os adolescentes os assuntos diversos relacionados à ansiedade. Também apresentamos uma técnica de respiração e, nos casos mais graves, foram feitos encaminhamentos, tanto para atendimento psicológico quanto para acupuntura”, disse.

De acordo com a coordenadora do turno vespertino do Colégio Estadual da Polícia Militar De Goiás Comendador Christóvam de Oliveira, Lana do Rosário Godinho, que recebeu uma das visitas, a tecnologia e o uso incorreto do celular deixam os jovens mais vulneráveis.

“Tem muitos alunos se machucando por falta de amizades, muitos com depressão. O psicólogo é um apoio, fizemos uma seleção da turma que mais precisava, com alunos acima do peso ou com uma alimentação pouco saudável. Espero que toda essa ação dê um suporte para os alunos, tanto física como mental”, pontuou a coordenadora.

Aldeia da Paz

Para a freira responsável pelo Abrigo Aldeia da Paz, Maria de Deus, é gratificante ter um hospital como o Heelj em Pirenópolis. “Eu realmente tiro o chapéu para os médicos e todos os profissionais do Ernestina. A variedade de profissionais facilita e fortalece a medicina local, faz a cidade progredir. O hospital sempre visita o Aldeia da Paz”, avalia.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de Goiás
Foto: Brenno Sarques (texto e foto)/IBGH

Deixe seu comentário!