conheca_as_principais_bandas_do_canto_da_primavera

Conheça algumas bandas regionais do Canto da Primavera

Enquanto a data oficial do Canto da Primavera não sai, fizemos uma lista das principais bandas regionais selecionadas para se apresentarem no evento. Abaixo falaremos um pouco sobre elas, assim ficará fácil decidir qual dessas faz mais seu estilo.

Lembrando que os critérios usados na avaliação foram: originalidade, diversidade e interpretação das músicas inscritas, com preferência para repertórios autorais.

Infelizmente ainda não conseguimos encontrar informações sobre todas as bandas, mas assim que obtivermos mais, atualizaremos a matéria. A lista completa você encontra aqui.

Calango Nego

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

Calango Nego é um grupo de Hip-Hop que mistura percussão com batidas eletrônicas, sempre acreditando na fusão de gêneros musicais como base principal para suas criações. Iniciaram suas atividades em 2010, com o single “Vapor”. Depois disso a banda deslanchou, se consolidando a cada apresentação. O Trio é uma soma de boas influências e diversidades. Podemos dizer que é um Hip-Hop malevolente, brasileiro e bem cadenciado.

Cartola Muçum

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

Formado por amigos que participavam de outras bandas, o Cartola do Muçum leva ao público um repertório que inclui samba, rock e MPB. Composto por Rodrigo Nascimento (voz, violão e percussão), João Victor (voz, cavaco e violão), Marquim Dom (percussão), e Flavinho Dim (percussão). Eles são influenciados por artistas como Beth Carvalho, Cartola, Caetano Veloso, Muçum, Bezerra da Silva, Originais do Samba e Paulinho da Viola.

EROTORI

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

 A Erotori foi formada em Pirenópolis em 2011 e tem como objetivo principal a pesquisa e desempenho musical, buscando (re) conhecer os diversos estilos formadores da cultura musical brasileira, com forte influência do Bumba Meu Boi do Maranhão. A banda, além de homenagear grandes nomes da música nacional e mundial, compõe repertório de autoria e trabalha em projetos específicos em parceria com outros músicos.

Formado por Daniel Pregnolatto, Paula de Paula, Noel Carvalho, Marcos Gavel, Rozinaldo, Miranda, Antônio Meira e Manu Leal.

Lobinho e os 3 Porcão

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

 A banda Lobinho e os 3 Porcão surgiu na década de 80 como uma banda punk, com som agressivo e letras de contexto social. Aproveitando as mudanças do mundo, a banda direcionou sua sonoridade numa combustão mais punk rock, com letras divertidas, mas com uma pitada crítica, bastante visível em sua postura e apresentações. Sua formação atual da banda é: João Punk (Voz e Guitarra), Leandro (lerrare) Meireles (voz e baixo), Aurélio Dias (voz e bateria) e Anibal Linhares (Guitarra solo).

Mugo

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

 Essa é para aqueles que gostam de som pesado. O show da banda é constantemente lembrado como uma explosão de sentidos, em que tudo é estimulado de uma só vez. O conjunto é pura consequência da junção de cinco integrantes de diferentes influências, mas que possuem um objetivo em comum: fazer muito barulho. Berrando forte e com melodias na medida, o vocalista Pedro Cipriano contagia o público, que nunca permanece parado. Na guitarra, Augusto Sacartezini destroi nos com muita agressividade. André Splinter na bateria dita o ritmo da pancadaria com muito groove. E, para fechar o grupo, Faslen de Freitas mostra no baixo o seu timbre consistente e pesado.

Pádua

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

 Difícil não saber quem é, mas para quem ainda não conhece, vamos lá. Goianiense, canto e compositor, A música de Pádua é, acima de tudo, Brasileira. Das primeiras influências
Ouvindo rádio ainda garoto, até o seu trabalho atual, nota-se maturidade e uma constante viagem por ritmos e linguagens, sem deixar a simplicidade de seu aprendizado musical. Entre elas estão África, Bahia, Minas, Goiás, samba de roda, baião, xote, catira, congada, toadas, cantigas. Esses ritmos são, basicamente, os alicerces de Pádua.

TNY

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

 Fundada em 1992, a banda TNY (The Not Yet Famous Blues Band), sonhava em tocar o blues e mostrar um pouco mais deste gênero que tinha, naquela época, poucos representantes no Brasil. Os grandes destaques da carreira da banda ficam por conta, entre outros, da abertura de show em 2004 da lendária banda Deep Purple em Goiânia, além de apresentações no Bourbon Street Music Club, em São Paulo. É destaque também a participação em 2005 no Grammy Latino, em Los Angeles tocando para 2000 convidados VIPs, tendo o show considerado pela organização como um dos melhores já apresentados na celebração.

Os atuais integrantes são André Mols (Guitarra, violão, voz), Carlos Foca (Baixo) e Fred Valle (Bateria).

Ton Zêra

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

Ton Zêra é um artista que se destaca por seu talento e versatilidade musical ao criar uma sonoridade própria através da fusão de vários estilos musicais. Esta marca está registrada no seu primeiro CD “Com Fusão”, lançado em 2002, onde o artista mistura ritmos tradicionais como congada, ciranda, baião e outros. Foi este trabalho lhe deu reconhecimento no cenário musical goiano.

Versário

veja_as_principais_bandas_regionais_do_canto_da_primavera

Iniciado em março de 2009 pelos músicos Arthur Andraus, David Lacerda e Osmar Netto, Versário surgiu em meio à cena de rock independente de Goiânia-GO sob fortes influências do rock britânico dos Beatles e outros como Led Zeppelin, AC/DC, Pearl Jam e o funk dos Chili Peppers. Propondo um ao vivo intenso e enérgico, a banda vem lançando seus projetos e tocando com bastante frequência nos lugares mais respeitados.

Deixe seu comentário!