Cavalhadinha 2017 mantém viva a tradição de Pirenópolis

Cavalhadinha 2017 mantém viva a tradição de Pirenópolis

A cultura de uma sociedade é sem dúvida o seu maior tesouro. Em Pirenópolis o maior símbolo da cultura é, sem dúvida, as cavalhadas.

O amor do pirenopolino pelas cavalhadas é imenso e, mesmo acontecendo durante apenas três dias por ano, a cidade vive esse amor durante o ano todo, seja através de obras de arte e artesanato ou de versões infantis da encenação.

Na cidade acontecem ao todo três cavalhadinhas, como é conhecida a encenação das cavalhadas com crianças, nela 16 meninos com idades de 4 a 12 anos se dividem igualmente entre cristãos e mouros. "Montados" em seus cavalinhos de pau e com roupas a caráter os meninos encenam graciosamente o espetáculo.

A Cavalhadinha da Vila Matutina foi a pioneira nessa tradição, surgindo em 1988, com o incentivo do ex-cavaleiro e professor João Luiz Pompeu de Pina que passou seus conhecimentos às crianças como forma de plantar e fortalecer o gosto pela cultura da cidade. Ao longo do tempo, além da encenação, outros elementos da Festa do Divino foram incorporados à festa como o Sorteio do imperador, o reinado de Nossa Senhora do Rosário, o reinado de São Benedito, levantamento de mastro, queima de fogos e alvoradas.

Acontecendo sempre no feriado de Corpus Christi, 10 dias após as Cavalhadas, e chegando em sua 29ª edição, a Cavalhadinha da Vila Matutina será realizada entre os dias 16 e 18 de junho, no campinho do bairro.

Também seguindo a tradição, a Cavalhadinha também conta com seus imperadores e reis, todos crianças, confira:

Cavalhadinha 2017 mantém viva a tradição de PirenópolisImperador do Divino Espírito Santo 2017

Imperador: Davi Paula Lobo
Imperatriz: Mariáh Vitória Lobo Moreira

Reinado de Nossa Senhora do Rosário

Rei: Felipe Marques de Souza
Rainha: Manoella Carolyne

Reinado de São Benedito

Rei: Heitor Pompeu de Pina
Rainha: Manoella Pina de Aquino

 

Deixe seu comentário!