passeios-culturais-pirenopolis

Atrativos Culturais de Pirenópolis

Localizada na região do ouro à 150 km de Brasília e 120 km de Goiânia, Pirenópolis foi fundada em 1727, e hoje é considerada o berço da cultura goiana. Decorrente seus muitos festivais e eventos culturais, a cidade ganhou fama pelo Brasil, entre eles estão o Festival Gastronômico, Canto da Primavera, PiriBier, Flipiri entre outros.

Muito conhecido pelos turistas do mundo, são também os Atrativos Culturais de Pirenópolis (Igrejas, ruas, casarões, museus...) e naturais (fazendas, cachoeiras, matas, trilhas...). Para que você tenha a chance de conhecer tudo que a cidade tem a oferecer, fizemos uma lista de alguns dos passeios que contam a história de Pirenópolis:

Casa de Câmara e Cadeia Museu do Divino

A Casa de Câmara e Cadeia de Pirenópolis foi a primeira cadeia de Goiás, sendo construída em 1733 no Largo da Matriz. Sendo demolida em 1919, construindo-se uma réplica no Largo da Ponte Velha. Em 2005 começou uma restauração promovida pelo Iphan. Após o restauro foi criado no local o Museu do Divino Espírito Santo em alusão às comemorações pelo 282º aniversário da fundação da cidade. O museu abriga peças relativas à Festa do Divino de Pirenópolis.

Local: Av. Beira Rio
Horário: Quarta a Domingo de 11:00 às 17:00.
Taxa: R$ 2,00

Fazenda Babilônia

Tombada como patrimônio nacional, foi sede de um dos maiores engenhos de cana do Brasil. A fazenda serve um farto café sertanejo rural, com mais de 40 produtos, além de trabalhar com pecuária. É ainda, considerada a maior empresa agrícola do século XIX de Goiás.

Local: GO-431, Caxambu – Zona Rural
Horário: Finais de semana e feriados, de 09:00 às 16:00
Taxa: Ingresso e palestra: R$20,00. Ingresso, palestra e refeição: R$ 72,00

Igreja do Bonfim

Uma das mais tradicionais igrejas católicas de Pirenópolis, a Igreja do Bonfim é dedicada ao Senhor do Bonfim. Começou a ser erguida em 1750 e ficou pronta em 1754. Chama atenção por sua arquitetura e local de destaque onde se encontra. Além de possuir uma imagem do Senhor do Bonfim em tamanho natural.

Local: Praça Senhor do Bonfim, Alto do Bonfim.
Horário: Quarta e Quinta-feira, de 13:00 às 18:00
Taxa: R$ 2,00

Igreja do Carmo

Construída entre 1750 e 1754, a igreja do Carmo possui uma fachada simples e incomum a arquitetura colonial, que, na verdade esconde a decoração barroca-rococó dos altares do interior, com rica talha com uma delicada interpretação do rococó. Atualmente o edifício abriga também um museu de arte sacra.

Local: Rua do Carmo, Bairro do Carmo.
Horário: Não informado
Taxa: R$ 2,00

Igreja da Matriz

A construção da igreja em 1728 se deu para consagrar Nossa Senhora do Rosário, padroeira de Pirenópolis. Após um incêndio em 2002 foi inteiramente restaurada no estilo colonial e atualmente é considerada a maior construção de taipa de pilão do Centro-Oeste.

Local: Praça da Matriz, Centro Histórico
Horário: Sábado, domingo, segunda, quinta e sexta-feira, de 07:00 às 17:00
Taxa: R$ 2,00

Museu da Família Pompeu

O museu está localizado num casarão do século XVIII construído pelo comendador Joaquim Alves de Oliveira, onde, em 1830, funcionou a sede do primeiro jornal de Goiás: A Matutina Meiapontense. O acervo é constituído por fotografias, peças, jornais e instrumentos que contam a história do cotidiano regional.

Local: Rua Nova, nº 29, Centro Histórico
Horário: Aberto mediante agendamento
Taxa: Entrada Franca.

Museu das Cavalhadas

O Museu das Cavalhadas reúne material alusivo às Cavalhadas, uma encenação entre a luta dos Mouros e Cristãos que acontece na tradicional Festa do Divino Espírito Santo. No acervo estão Ornamentos, roupas coloridas, fotografias, livros, selos, cartazes, mascara de boi, e cara de onça.

Local: Rua Direita, n° 39, Centro Histórico
Horário: Todos os dias, de 09:00 às 17:00
Taxa: R$ 2,00

Museu Lavras do Ouro

Localizado a 3 km de Pirenópolis, o Lavras do Ouro é um pequeno museu de peças utilizadas pelo garimpo por volta de 1730 e uma trilha dentro da mata ciliar do Rio das Almas, abriga uma vasta galeria (canais) composta por muros de pedra, usados para a lavagem do ouro. São cerca de 1200 metros de trilhas em meio à mata que cresceu sobre as ruínas.

Local: Estrada para os Pireneus, entrada Pedreiras, 3 km da cidade.
Horário: Todos os dias, de 08:00 às 16:00
Taxa: R$ 20,00

Museu Rodas do Tempo

O acervo do museu conta com cerca de 150 veículos entre motocicletas, bicicletas motorizadas, scooters e veículos com mais de duas rodas com motorização de scooter ou motocicleta. Atualmente ele é uma das maiores coleções particulares de veículos antigos de duas rodas do Brasil. Lá se encontra também, uma sala com brinquedos da década de 80.

Local: Av. Prefeito Luiz Gonzaga Jayme n° 172, Alto do Bonfim
Horário: segunda a domingo e feriados de 9:00 às 17
Taxa: R$ 30,00 para adultos.  R$ 15,00 para idosos, estudantes, ciclistas, motociclistas e menores de 12 anos. Crianças menores de 5 anos não pagam.

Deixe seu comentário!