pirenopolis-tombada-pelo-iphan

Há 28 anos a Charmosa Pirenópolis era tombada pelo IPHAN

A Charmosa Pirenópolis é reconhecida por suas belezas e, claro, pelo seu charme. Além disso, a cidade também possui reconhecimento pelo conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico, dado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1989.

De acordo com o IPHAN, a cidade reúne um dos mais ricos acervos patrimoniais do Brasil Central, se manteve como testemunho vivo dos primeiros tempos da ocupação do território goiano e por isso foi tombada como patrimônio.
A cidade recebeu influência da arquitetura portuguesa, como as várias janelas na fachada e os grandes quintais e se mantém assim até hoje. Os casarões coloniais do século XVIII estão reunidos, em maioria, no Centro Histórico, onde fica a área reconhecida pelo instituto.

O bairro também foi declarado Monumento Nacional pelo Congresso Nacional e Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação (UNESCO).

No Centro Histórico há prédios importantes para a história da cidade e que merecem a sua visita, como a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, a Igreja Nossa Senhora do Carmo, a Igreja do Bonfim, o Teatro Sebastião Pompeu de Pina, o Cine Pirineus e a Casa de Câmara e Cadeia, que hoje abriga o Museu do Divino.

Deixe seu comentário!